RELEASE

Thaís Motta, cantora e compositora, foi apelidada de “Miss Ritmo” por um dos mais importantes músicos brasileiros, Marcio Bahia, baterista da banda do "Bruxo" Hermeto Pascoal. Thaís tem forte presença de palco e diferenciada facilidade rítmica, um dos motivos que lhe rendeu o apelido.

 

Começou a carreira aos 07 anos como backing vocal infantil em estúdios e liderando shows infantis com banda, cantando ao vivo. Mais tarde começou a seguir os passos de cantores como Tânia Maria, Leny Andrade, Elis Regina, Rosa Passos, Filó Machado e Bobby Mc Ferrin, algumas de suas referências musicais até hoje, o que a diferencia da maioria das cantoras de sua geração. 

 

Esteve presente com seu carisma e musicalidade em importantes Festivais de Jazz brasileiros como o Ibitipoca Jazz Festival (MG), Mauá Jazz (RJ), Bossa Nova in Concert (RJ), Circuito Carioca de Bossa Nova (RJ), Niterói Musifest, e Festival "Usinas Culturais" da Companhia Força e Luz de Cataguases, nas cidades de Cataguases, Muriaé e Guarani (MG).

 

Thaís já foi acompanhada por grandes músicos brasileiros como João Carlos Coutinho, Arthur Maia, Nelson Faria, Fernando Merlino, Philippe Baden, Marcel Powell, Dudu Lima, Marcio Bahia, Robertinho Silva, Mamão e Alex Malheiros (do Azymuth), Marvio Ciribelli, Osmar Milito e Luiz Brasil.

 

Destaque para a participação de Thaís no show "Esbanjando Alegria" da grande dama do samba e compositora Dona Ivone Lara, e para o convite do músico holandês Thijs van Leer para participar de uma gravação com os membros do grupo holandês Focus (Thijs van Leer, Pierre van der Linden, Bobby Jacobs e Jan Dumée), em breve em CD.

 

Cantora internacional, levou seu trabalho a outros países como China, Argentina, França, Alemanha, Suíça e Indonésia, se apresentando em casas de shows e importantes eventos a Biennale de La Danse de Lyon (Lyon, França), comemorando os 50 anos de Bossa Nova em 2008, Montreux Meets Brienz (Brienz, Suiça) em 2011 e recentemente no Java Jazz Festival (Jakarta, Indonésia), 2014, onde também participaram Natalie Cole, Ivan Lins e Jamie Cullum. 

 

Durante 04 anos (2012-2015) anos realizou um trabalho de divulgação da história das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, projeto dirigido e idealizado pelo músico Guilherme Gonçalves e pelo diretor Emmanuel Santos, apresentando o espetáculo "A Febre do Samba" nas unidades do Teatro Sesi RJ e ensinando técnica vocal e repertório de samba em comunidades do RJ, no Projeto do Sesi Música nas Comunidades.


Professora de canto, Thaís ensinou canto popular de 2000 a 2007 na Catsapá Escola de Musicais atualmente ensina canto popular destinadas à amadores e profissionais de teatro e canto em aulas particulares.

Se apresenta regularmente em casas de shows do Rio de Janeiro no Vinicius Bar (berço da Bossa Nova), Rio Scenarium, TriboZ-Rio, Jazz Village Bistrô (Penedo), Jazz Club Terra da Luz (Visconde de Mauá), Bottle's Club - Beco das Garrafas, Paris Show - Casa Julieta de Serpa, Teatro Rival, Teatro Café Pequeno, Parque das Ruínas, Teatro Carlos Gomes, Bar Grand Prix - Hotel Novo Mundo, e também em outras cidades como o Cultural Bar em Juiz de Fora, Ao Vivo Bar e Passatempo em São Paulo.

 

Lançou o CD “Thaís Motta - Minha Estação” em 2008, produzido pelo pianista Marvio Ciribelli e se apresenta regularmente em casas de shows no Rio de Janeiro e SP. Atualmente se prepara para gravar seu segundo CD.

 

Deixe aqui a sua mensagem:

©2014 por produçãothaismotta@gmail.com

Fotos Thaís por Cadu Dias. www.cadudias.com.br

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now